A palavra empatia tem origem no termo grego emphateia, que significa paixão, sintonia.  Essencialmente, empatia refere-se à capacidade de se colocar no lugar do outro, compreendendo-o como um sujeito único e aceitando-o da maneira como é: como pensa, sente e se comporta. Empatia é sobre aceitação, compreensão e compaixão. É o resultado da sintonia de sentimentos e pensamentos afetivos entre duas ou mais pessoas.

13277826_1006475859437731_2033904903_n(1)

Felizmente ou infelizmente, a empatia não é daqueles talentos que herdamos dos nossos pais ou já nascemos sabendo. Trata-se de uma habilidade social, o que significa que pode e deve ser desenvolvida e aprimorada cotidianamente, dia após dia, ao longo de nossa vida. Somos seres extremamente capazes de nos tornar empáticos mas, para isso, temos que praticar!

É  importante esclarecer que empatia e simpatia são coisas diferentes. Na vida, tanto a simpatia como a empatia nos ajuda a estabelecer boas relações com nossos companheiros.  No entanto, a empatia nos leva a conexões mais profundas e autênticas. Muita gente ainda confunde essas duas habilidades, por isso, gravei um pequeno vídeo esclarecendo o assunto.

Quando experimentamos nos colocar no lugar do outro, de coração aberto, temos a oportunidade de compreender o outro e compartilhar seus sentimentos, sejam eles bons ou ruins. Deixamos de gastar energia e tempo julgando, nos preocupando com os defeitos e dificuldades alheias. Aprendemos a aceitar e nos solidarizar. Cobramos menos do outro e assim exigimos menos de nós mesmos.

Nos relacionamentos, tudo se torna mais fácil quando conseguimos nos colocar no lugar do outro, percebendo a situação com outros olhos e com outra compreensão. No âmbito profissional não é diferente! Ser mais empático com seus companheiros e colaboradores com certeza lhe trará benefícios. A vida se torna mais leve!

Vamos praticar?